Todo antialergico dá sono?

Você alguma vez já precisou tomar um antialérgico e depois ficou com sono? Ouço muito isso dos pacientes quando chegam no consultório. Mas será que todo antialérgico causa sonolência?



Nem todos.


Os antialérgicos são divididos em duas classes: os de primeira geração (que são mais antigos) e os de segunda geração. ⠀


Os de primeira geração possuem alguns efeitos colaterais, e o principal é a sonolência, além da diminuição dos reflexos e da atenção. Dentre eles estão a dexclorfeniramina, hidroxizine e prometazina. ⠀


Os de segunda geração, que são mais modernos, são mais seguros, com menor risco de efeitos adversos. Existem vários medicamentos dessa classe: bilastina, cetirizina, desloratadina, ebastina, fexofenadina, levocetirizina, loratadina, rupatadina... ⠀


Portanto nem todo antialérgico dá sono e na maioria das vezes é preferível utilizar os de segunda geração, uma vez que apresentam menor risco de efeitos colaterais.


Dra Barbara Sisnando - Otorrinolaringologista

Consultório nos bairros de Botafogo e Tijuca, Rio de Janeiro

Consultas e exames - Convênio e particular

Convênios:

Allianz

Amil

Assefaz

BNDES

Banco Central

Bradesco

Cac

Camarj

Camperj

Cassi

CVRD

Dix

Embratel

Engepron

FioPrev

Funcef

Gama

Golden Cross

Ipalerj

Medial

Mediservice

Mútua

Nuclep

Omint

Petrobras Petróleo

Porto Seguro

Postal Saúde

Real Grandeza

Silvestre Saúde

Sulamérica

Unafisco

2 visualizações0 comentário